De partir o coração, mas extremamente importante!

Sempre sofro quando preciso levar a Gi para tomar vacina, portanto, deixo para o papys dela a função de entrar na sala de vacinação.

A primeira vacina foi dada assim que ela nasceu contra a Hepatite B, eu só soube que ela havia tomado depois de já terem aplicado (achei meio absurdo não me avisarem que seria aplicado uma vacina, mas teria que tomar de qualquer jeito mesmo).

A segunda vacina foi no dia seguinte, a famosa por ter deixar a marquinha no braço para sempre! A Gi chorou pouco, mas logo dormiu.

Essa vacina é a BCG (contra a tuberculose), ela se caracteriza por formar uma bolhinha de pus e depois quando seca deixa uma marquinha para sempre (braço direito). Segui as orientações médica de lavar normalmente, não mexer, não passar pomada, não abafar, não dar remédio e assim ela apareceu após 40 dias da aplicação, estourou sozinha durante um banho e cicatrizou em 1 semana, sem febre, sem dor, sem qualquer reação extra.

A primeira vacinação no posto são aplicadas a Pentavalente brasileira (DTP + Hib + hepatite B), Pólio inativada, Rotavírus e Pneumocócica conjugada, ou seja, para mim é uma sessão de tortura!

Eu sempre levo a Gi cedinho, logo no primeiro horario do postinho, porque se a ela tiver alguma reação dá para levar no PS e também para no fim do dia ela dormir tranquila.

Então levamos ela, mas o papys dela entrou na sala e segurou ela. Recomendaram a compressa com água temperatura ambiente no dia da aplicação e morna no dia seguinte, avisaram da possiblidade de ter febre.

A Gi chorou só na hora da aplicação, provavelmente pelo susto e por estar sendo segurada (ela não gosta e a maioria dos babys também não!). Ela dormiu até em casa, mamou, dormiu mais um tempão. Senti que depois de umas 3 horas a perninha dela tava bem quente, ai fiz a compressa (só que eu umedeci uma toalhinha da Gi e deixei por 1 minuto no congelador, então eu tirei, dobrei no meio para não ficar super gelada e coloquei na coxinha dela. Ela resmungou, mas depois ela acostumou, fiz umas 4 compressas durante o dia por 2 minutos). Já umas 17h eu dei o banho nela e percebi que ela tava ainda meio quentinha, então para ela dormir sem dor e sem febre, eu dei Tylenol Bebê. Excelente! A Gi dormiu tranquila, não teve nenhuma outra reação, no dia seguinte estava otima.

No 3º mês vem a outra vacina Meningococo C conjugada. Muito tranquila, apenas uma picada e pronto. Sem reação! Fiz a compressa só para garantir que o líquido espalhasse mais rápido e pronto.

Já no 4º mês, sessão tortura de novo!!! É a reaplicação das vacinas do 2º mês: Pentavalente brasileira (DTP + Hib + hepatite B), Pólio inativada, Rotavírus e Pneumocócica conjugada. E dessa vez a Gi teve febre, ficou toda dengosa, com dor na perninha e até com hematoma. Dei tylenol bebê, fiz compressa e ainda sim ela ficou ruinzinha no dia da aplicação e no dia seguinte (além do hematoma por 1 semana!). Perguntei para pediatra da Gi se era normal ficar roxo e duro o local da aplicação, ela me disse que foi a mão “pesada” da enfermeira. Fiquei super brava, claro!

No 5º mês é a repetição do 3º mês: Meningococo C conjugada. Cheguei no posto e não vi a enfermeira mão pesada, mas vi a enfermeira que aplicou a 1ª vacina na Gi, pedi para que ela aplicasse. A Gi não teve reação, nadica de nada! Nem precisou tomar tylenol.

Então veio a repetição da vacina do 2º e do 4º mês, pois é, sessão tortura de novo! E adivinha quem estava lá para aplicar? Sim, Sra. Mão Pesada! Gentilmente, eu conversei com a senhora que estava na recepção do posto e perguntei se a outra enfermeira não estava lá naquele dia, mas infelizmente não. A tal senhora do posto me questionou e eu logo respondi: “a minha filha teve reação quando trouxe ela no 4º mês para aplicar a vacinae ficou roxa a perninha. Perguntei para pediatra e ela disse que a enfermeira tinha a mão pesada!”, a enfermeira ficou com uma cara não muito boa e viu o nome da enfermeira que tinha aplicado (a mesma que estava lá para reaplicar!), ela tentou me convencer que era uma reação normal e que minha pediatra estava culpando elas como sempre.

Sei que a tal Sra. Mão Pesada sabia que era ela e desta vez aplicou de forma correta! A reação normal nessa vacina é ter um pouco de febre e o baby ficar meio dengoso. A Gi ficou assim só no dia da aplicação e pronto, nada de perninha roxa ou durinha. Ou seja, a enfermeira tinha feito coisa errada na primeira aplicação SIM! (vaca!)

Agora a Gi esta com as vacinas em dia (Graças a Deus) e a próxima é só com 1 aninho!

Resumindo a dica, leve o baby no postinho cedo, faça a compressa ligeiramente geladinha no primeiro dia (varias vezes ao dia), se tiver febre (pergunte para o pediatra se pode) dê o Tylenol Bebê (não é o tylenol comum!!!), bastante carinho e mama para acalmar.

Aguentaaaaa coração!!!!