Se pode? Pode! Se eu recomendo? Não!

Durante a minha primeira gestação que acabou em aborto espontâneo, eu achei que não teria problemas, mas foi ai que eu tive meu primeiro sangramento. O médico disse que SIM, há ligação no meu sangramento e a perda. Como era inicio de gestação, o colo do útero ainda era imaturo e o esforço durante a relação sexual pode ter atrapalhado o desenvolvimento do feto!

Já na segunda gestação, meu marido ficou em pânico e resolveu por conta própria que não queria relação alguma!

Ok, no começo a gente entende os riscos e depois como a gestação estava indo bem, resolvi tentar (mesmo contra a vontade dele). Perguntei para o GO se tinha alguma restrição e ele só disse para não tentar um KamaSutra durante a gestação. O resultado foi nada satisfatório! Estava tão preocupada com o baby e pensando na outra gestação que a coisa toda ficou ruim para ambos.

Depois mais um longo período, já com a gestação avançada, resolvemos tentar e foi quando eu tive uma perda de líquido amniótico. Pronto, foi o suficiente para meu marido desistir de qualquer tentativa.

Os hormônios não ajudam muito, eu sentia “não atraente” com aquele barrigão, usando calcinhas de gestante e para completar, não tendo relações com meu marido. Passam mil coisas na cabeça e então o que resta é “namorar” de outras formas, porque seu parceiro também não entende o que esta acontecendo e tem suas necessidades, assim como você.

Por isso, quando me perguntam sobre ter relações sexuais durante a gestação, eu respondo que é melhor evitar, mesmo que seja devagar ou rápido, muito ou pouco, além do risco de dar ou aumentar a infecção urinária. Então, se quiser há outras formas de “namorar” durante a gestação, mas eu, em particular, não tive boas experiência (e nem fiquei mais sensível como dizem por ai por conta dos hormônios).

Agora em relação as atividades sexuais pós-parto, como há o periodo de readaptação do corpo internamente, eu respeitei o primeiro mês (até porque tem muito sangue saindo ainda) e então, quando me senti confiante com 35 dias pós parto, voltamos a ter relações sexuais normalmente e quando digo normalmente é isso mesmo, não há diferença no corpo, nem na sensibilidade, nada… é como se nunca tivesse engravidado.

A questão do pós-parto (parto normal sem episiotomia) é que mesmo conseguindo uma recuperação rápida, qualquer momento que você possa “namorar”, você só vai querer dormir!!!!

Portanto, tenha paciência, pense no seu bem estar e do baby. Converse com o futuro papys e explique seus receios, e for o caso namore de outras formas.

Há quem consiga manter relações normalmente durante a gestação, quem consiga ter um baby e continuar a rotina que tinha antes de engravidar, mas não foi o meu caso! Optei por não correr risco desnecessário durante 9 meses e todos sobrevivemos. Não se preocupem e nem se culpem, a gestação termina, os babys crescem e a sua vida quase volta ao normal!

Uma vez eu vi na Tv que a maioria dos machos não procura a fêmea para acasalar quando ela esta emprenhada, e sinceramente deveria ser assim inclusive para os humanos (claro, com exceção de que os machos procuram outras fêmeas para acasalar enquanto a fêmea esta emprenhada!!!).